Vida longa, Paulinho Maclaren

(Foto: Washington Alves/Light Press)

(Foto: Washington Alves/Light Press)

Paulinho Maclaren está aniversariando hoje. O ídolo cruzeirense que se eternizou na história do clube com o “gol galinha”, em 1996, completa 52 anos de idade.

Tenho orgulho de dizer que sou amigo do Paulinho. Graças aos livros que escrevi, aproximei-me dele a ponto de os contatos para entrevistas descambarem para uma agradável amizade.

E amigo da onça que sou, vou entregá-lo: já o vi chorando duas vezes. Ambas, ao falar do Cruzeiro.

A primeira foi por telefone, em nosso contato inaugural, lá em 2011. Liguei a fim de descobrir mais sobre o “gol galinha”. E descobri que, por trás daquele gol, há uma linda história de superação que remonta à infância de Paulinho.

Quando menino, Maclaren defendeu o Cruzeirinho, da sua cidade natal, no Paraná. O uniforme da equipe, idêntico ao do clube mineiro, fascinou tanto o garoto que, a partir dali, ele passou a sonhar em um dia vesti-lo profissionalmente.

Quando esse dia chegou, com lágrimas escorrendo, Paulinho contou ao médico Ronaldo Nazaré, no exame médico, que estava realizando um sonho da pobre infância. Ao me contar tudo isso, também chorou. E chorará todas as vezes que contar, pelo que o conheço.

A outra vez que o vi chorar foi no jogo do Alex (Tríplice Coroa x Ídolos Eternos). Não vou estragar a surpresa porque certamente as imagens um dia estarão acessíveis aos cruzeirenses, mas ao responder uma pergunta sobre o Cruzeiro, Paulinho de novo chorou. E ainda fez todos os presentes ficarem com cisco nos olhos com a cena.

Paulinho é daqueles ídolos que, não se contentando só em ser ídolo, ainda canta aos quatro cantos, o tempo inteiro, o seu amor pelo Cruzeiro.

E para ficar ainda melhor, é daqueles sujeitos tão boa praça, mas tão boa praça, que a gente fica na torcida para que a vida lhe trate sempre bem, conferindo-lhe ainda, pelo menos, mais 52 anos.

Parabéns, Paulinho!

One Response to “Vida longa, Paulinho Maclaren”

  1. jefferson disse:

    Verdadeiro ídolo
    Esse er fera

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *