Rápido e rasteiro: Mano Menezes, Matheus, Felício Brandi e alguns pitacos mais

ceará, matheus, pelé, mano

Algumas opiniões e informações sobre o que de mais importante tem acontecido no Maior de Minas:

  • Mano Menezes contou no Bola da Vez, da ESPN, o que todos sabíamos: o Cruzeiro de Luxemburgo era mal treinado. Perguntado se ao chegar ao Cruzeiro tinha encontrado um time desmotivado ou mal treinado, respondeu que desmotivação não havia. A declaração surpreende porque, via de regra, treinadores são corporativos, não criticam colegas, não avaliam mal trabalhos de antecessores. Mano não se acanhou em, tacitamente, confirmar o que a China Azul sabia. Por que a diretoria demorou tanto a tomar providência, eis a dúvida que persiste.
  • Direto dos bastidores. Ceará quer ficar. Mano Menezes também deseja a permanência do jogador para 2016. O que pega são os altos valores do contrato atual do lateral. Se quiser permanecer, ele terá de aceitar razoável redução salarial. Ceará, vale lembrar, chegou ao Cruzeiro em 2012 depois de vários anos defendendo o PSG, da França. Ele foi uma das contratações badaladas de Alexandre Mattos.
  • Matheus, o guerreirinho azul, conquistou a torcida cruzeirense. Nunca antes na história do clube havia existido uma campanha solidária de proporções tão gigantescas como esta. As doações destinadas ao tratamento médico do garotinho têm mobilizado de anônimos a grandes estrelas; de jogadores a artistas da música; de jornalistas a juristas. Sensacional!
  • Pelé completa 75 anos hoje. O Rei tem participação decisiva no despontamento do Cruzeiro para os cenários nacional e internacional. O retumbante 6 x 2 da final da Taça Brasil de 1966 não ecoaria por décadas e décadas se não fosse sobre o Santos de Pelé. Vida longa ao Rei!
  • Felício Brandi, o maior presidente da história do Cruzeiro, vai virar livro. O biógrafo dele é o ótimo jornalista Pedro Blank. Brandi, para quem não sabe, entre outras proezas, atrasou-se para o próprio casamento para contratar Tostão do América-MG. A tirar pelo o que Blank mostrou na biografia de Dirceu Lopes, vem obra-prima aí.

One Response to “Rápido e rasteiro: Mano Menezes, Matheus, Felício Brandi e alguns pitacos mais”

  1. Parabéns ao Atleta do Século = Pelé.
    Essa Potência que hoje é o Cruzeiro, se deve muito ao torcedor que ia nos treinos no Barro Preto, e levava foguetes e Bandeira= Felício Brandi. Graças ao Felício , o Cruzeiro ganhou o mascote da raposa pela astúcia do ex presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *