Monthly Archives : dezembro 2015

Com Lucas Lima teria sido como foi com Palhinha

A caça implacável a um meia que substituísse Everton Ribeiro será uma das lembranças que 2015 deixará. A diretoria tentou “n” nomes, mas não teve sucesso com nenhum. O jeito foi contratar Cabral e anunciá-lo como a resposta aos protestos da torcida por um camisa 10. Não houve letargia por parte da diretoria. Até Lucas Lima,… Continue lendo →

A curiosa conquista da Recopa de 1998 em 1999. E a falta de fair play dos argentinos

Nenhuma outra década da história do Cruzeiro foi tão vitoriosa como a de 1990. Foram 17 títulos no total. Uma insolência! Os mais celebrados do período são o bicampeonato da Supercopa, em 1991 e 92; a Copa do Brasil de 1996; e a Libertadores de 1997. Em seguida vêm os Mineiros de 1990, com o… Continue lendo →

2015: um ano para a história

Talvez o título assuste. “Como assim ‘para a história’?”, pode questionar o torcedor mal acostumado com a mania cruzeirense de ganhar troféus. A estes, pondero que nem só de campeonatos vencidos vivem as epopeias. Prova disso é o 6 x 1, feito que não valeu título, mas se revelou grandioso, apoteótico, “para a história”. Dito… Continue lendo →

Aristizábal, o ídolo com pressa

Há quem diga que, para alcançar o status de ídolo, um jogador precisa acumular os seguintes atributos: ótimo futebol, títulos, sintonia com a torcida e longa trajetória no clube. Pelo Cruzeiro, o ídolo Aristizábal cumpriu quase tudo isso à risca, só faltou a longa trajetória, o que evidencia que não é razoável utilizar o tempo de… Continue lendo →

Carta ao vice-presidente

Caro Bruno Vicintin, Ex nihilo nihil fit (“nada vem do nada”) Imagino que nem em seus piores sonhos imaginava chegar ao fim do ano tendo, novamente, de correr atrás de um técnico para o Cruzeiro. Afinal, você havia sido, dentro da diretoria, o intransigente defensor do acatamento das exigências de Mano Menezes, dentre as quais… Continue lendo →

O Eurico Miranda que se recusou a pagar Roberto Gaúcho em 1991 é o mesmo que rebaixou o Vasco ontem

Eurico Miranda acaba de dar uma entrevista coletiva histórica. Histórica porque patética, cínica e atentatória ao torcedor vascaíno. O pior de tudo: a verborragia do mandatário acontece um dia depois do terceiro rebaixamento do time no Brasileirão. Nem o luto do torcedor foi respeitado, o que só aconteceria se a renúncia fosse anunciada. Assistindo à… Continue lendo →

Memórias do 6 x 1 eterno

BLOG DO OLIVIERI NO FACEBOOK (…) Nada mais derrubaria a Raposa naquela tarde. Nem mesmo o gol de honra de Réver, quatro minutos depois, em jogada de escanteio. Muito menos o anúncio, aos 27 minutos, de que em Curitiba o ex-cruzeirense Guerrón havia marcado o gol da vitória do Atlético-PR sobre o rival Coritiba. Aos… Continue lendo →

Deivid é o nome provável

Confirmada a saída de Mano Menezes, a hipótese mais forte é, de fato, a efetivação do assistente técnico Deivid como treinador do Cruzeiro para 2016. BLOG DO OLIVIERI NO FACEBOOK Outros nomes até foram contatados, mas os valores exigidos eliminaram qualquer chance de acerto. Cuca, com pedido na casa do milhão, foi um deles. O escolhido… Continue lendo →

Lágrimas por Ceará

Em 2010, eu estava em lua de mel em Paris quando soube que, na cidade, jogariam PSG e Caen, pelo Campeonato Francês. Falei à esposa que a levaria a um lugar fantástico e comprei ingressos para a partida. Óbvio que quando chegamos à porta do Parc des Princes, estádio do PSG, levei bronca. Afinal, na… Continue lendo →

A hipocrisia de Mano Menezes

Que Mano Menezes pode ir parar no futebol chinês ninguém mais duvida. Ele próprio confirmou a sondagem, que deverá virar proposta nos próximos dias – ou horas. Também não se questiona que, como qualquer profissional, de qualquer área, ele tem direito de auferir cifras muito mais rentáveis, de bilhete de loteria. Isto é justo e legítimo. Há algo,… Continue lendo →