Posts Under ‘Ídolos celestes’ Category

Perdoe-os, Fábio

Cessem os boatos! Fábio não deixará o Cruzeiro. Pelo menos é o que garante Isaías Tinoco, recém “empossado” diretor de futebol do clube celeste. Inclusive todas as partes já trataram de desmentir o alardeado interesse do Palmeiras, até o próprio alviverde, que, para não ficar mal na fita com o titular Fernando Prass, aproveitou para anunciar… Continue lendo →

A primeira flertada dos turcos a Alex

Foi em 16 de julho de 2003, há exatos 12 anos, portanto, que o Fenerbahce demonstrou, pela primeira vez, interesse na contratação do craque Alex. Pelo menos foi o que noticiaram jornais turcos da época, o que repercutiu no Brasil e logo fez Alvimar Perrella, então presidente celeste, se manifestar: – Se eles estão vindo… Continue lendo →

Adílson Batista conta episódios da passagem pelo Cruzeiro

É de antes do duplo 5 a 0 que admiro o Adilson Batista. Bem antes. Eu tinha oito anos em 1991, quando ele, ao lado de Paulão, formou a melhor dupla de zaga do Brasil daquele tempo. Para os mais novos terem ideia de como a dupla era boa, ambos atuaram – como titulares –… Continue lendo →

Túnel do tempo: o precoce adeus de Tostão dos gramados

No dia 5 de agosto de 1973, às 20 horas, o programa Fantástico, da Rede Globo, estreou com um furo de notícia. Pela voz de Léo Batista, responsável por chamar a reportagem, o Brasil soube que Tostão se despedia dos gramados. Do estúdio, as imagens foram cortadas para um consultório médico em Houston, nos Estados… Continue lendo →

Gottardo: vencedor no Cruzeiro, vencerá no Botafogo

Wilson Gottardo foi um dos amigos que os livros me proporcionaram. Sem a ajuda dele, nas entrevistas e bate-papos, eu não teria aprendido tanto sobre os anos 1997 e 1998 do Cruzeiro. Foi ele também quem aceitou de pronto meu convite para participar, aqui em Brasília, do lançamento do livro “Anos 90: Um campeão chamado… Continue lendo →

Molecagens celestes

Lá se vão exatos 38 anos de uma molecagem que rendeu o primeiro título da América para o Cruzeiro. Foi no dia 30 de julho de 1976 que Joãozinho cobrou precipitadamente uma falta aos 44 minutos do segundo tempo. A bola era do lateral Nelinho, que já contava os passos para a pancada. Joãozinho não se… Continue lendo →

Aristizábal e a quase demissão do Cruzeiro

O blog no Facebook e no Twitter Aristizábal foi contratado pelo Cruzeiro em 15 de janeiro de 2003, 13 dias depois de o Atlético confirmar interesse no jogador. Mais rápido, Zezé Perrella foi atrás do jogador, acertou salário e tempo de contrato e confirmou o nome como o segundo reforço do ataque para a temporada. Mota havia sido… Continue lendo →

Ao Flecha Azul, noites insones

O blog no Facebook e no Twitter Mineirão, Cruzeiro x Atlético-PR, 27 de outubro de 2007, 32 minutos do segundo tempo. Sobe a placa de substituição ao lado do campo. Mudança no Furacão, mas quem se levanta e enche os pulmões é a China Azul: – “Marcelo Ramos! Marcelo Ramos! Marcelo Ramos!” – grita, em coro, a torcida… Continue lendo →

Alex, o último gênio celeste

“Após o passe de calcanhar que deu no meio-campo, sem olhar para a bola, aumentaram as minhas suspeitas de que o Alex tem um olho atrás da cabeça. É o olho do craque. Ele joga demais!” [i]. Assim Tostão, maior ídolo da história do Cruzeiro, definiu Alex em uma de suas colunas semanais. Certamente, o… Continue lendo →