Posts Under ‘Ídolos do Cruzeiro’ Category

Fábio fala; Blog opina

Luisão: o tríplice campeão que conquistou Portugal

Está lá, no livro 2003: o ano do Cruzeiro, dia 7 de agosto: Alvimar anunciou que o Cruzeiro estava perto de perder o zagueiro Luisão para o futebol europeu. Pela primeira vez, noticiava-se a possível ida de Luisão para o Benfica. Ao torcedor cruzeirense, que vivia o ano da alegria e pouco via a tristeza… Continue lendo →

Perdoe-os, Fábio

Cessem os boatos! Fábio não deixará o Cruzeiro. Pelo menos é o que garante Isaías Tinoco, recém “empossado” diretor de futebol do clube celeste. Inclusive todas as partes já trataram de desmentir o alardeado interesse do Palmeiras, até o próprio alviverde, que, para não ficar mal na fita com o titular Fernando Prass, aproveitou para anunciar… Continue lendo →

Vaiar ídolos é permitido? Eis uma página nada heroica da história cruzeirense

Vaiar ídolos virou assunto na semana retrasada, quando Rafael Sóbis, atualmente no Tigres, do México, foi alvo do torcida colorada. Afinal, vale ou não vale esse tipo de “homenagem” a quem tem nome gravado na história de um clube? Sou radicalmente contra. Ídolos devem sempre ser respeitados e reverenciados. Mesmo quando são adversários. Vestindo a camisa do… Continue lendo →

A primeira flertada dos turcos a Alex

Foi em 16 de julho de 2003, há exatos 12 anos, portanto, que o Fenerbahce demonstrou, pela primeira vez, interesse na contratação do craque Alex. Pelo menos foi o que noticiaram jornais turcos da época, o que repercutiu no Brasil e logo fez Alvimar Perrella, então presidente celeste, se manifestar: – Se eles estão vindo… Continue lendo →

Adílson Batista conta episódios da passagem pelo Cruzeiro

É de antes do duplo 5 a 0 que admiro o Adilson Batista. Bem antes. Eu tinha oito anos em 1991, quando ele, ao lado de Paulão, formou a melhor dupla de zaga do Brasil daquele tempo. Para os mais novos terem ideia de como a dupla era boa, ambos atuaram – como titulares –… Continue lendo →

Túnel do tempo: o precoce adeus de Tostão dos gramados

No dia 5 de agosto de 1973, às 20 horas, o programa Fantástico, da Rede Globo, estreou com um furo de notícia. Pela voz de Léo Batista, responsável por chamar a reportagem, o Brasil soube que Tostão se despedia dos gramados. Do estúdio, as imagens foram cortadas para um consultório médico em Houston, nos Estados… Continue lendo →

Gottardo: vencedor no Cruzeiro, vencerá no Botafogo

Wilson Gottardo foi um dos amigos que os livros me proporcionaram. Sem a ajuda dele, nas entrevistas e bate-papos, eu não teria aprendido tanto sobre os anos 1997 e 1998 do Cruzeiro. Foi ele também quem aceitou de pronto meu convite para participar, aqui em Brasília, do lançamento do livro “Anos 90: Um campeão chamado… Continue lendo →

Molecagens celestes

Lá se vão exatos 38 anos de uma molecagem que rendeu o primeiro título da América para o Cruzeiro. Foi no dia 30 de julho de 1976 que Joãozinho cobrou precipitadamente uma falta aos 44 minutos do segundo tempo. A bola era do lateral Nelinho, que já contava os passos para a pancada. Joãozinho não se… Continue lendo →

Aristizábal e a quase demissão do Cruzeiro

O blog no Facebook e no Twitter Aristizábal foi contratado pelo Cruzeiro em 15 de janeiro de 2003, 13 dias depois de o Atlético confirmar interesse no jogador. Mais rápido, Zezé Perrella foi atrás do jogador, acertou salário e tempo de contrato e confirmou o nome como o segundo reforço do ataque para a temporada. Mota havia sido… Continue lendo →